sábado, 4 de janeiro de 2014

Alimentação adequada na gravidez pode prevenir doenças em bebês

Postado por Letícia Murta às 18:56
A alimentação adequada da grávida é importantíssima para o desenvolvimento do bebê e até mesmo para o desenrolar saudável da gravidez. Segundo especialista, mesmo que a alimentação da futura mãe seja considerada saudável, ajustes devem ser feitos durante a gestação. O objetivo é aumentar a ingestão de substâncias como: ácido fólico, ferro, cálcio e proteína, importantes à formação do bebê. Em alguns casos, pode ter a necessidade se fazer um corte em açúcares e reduzir carboidratos. Um endocrinologista ou nutricionista podem ser consultados para ajudar neste processo.

A nutricionista Sofia Sesti explica que  a alimentação adequada na gestação auxilia na formação de estruturas fetais fundamentais para o seu correto desenvolvimento e maturação. Por isso, segundo ela, alimentos ricos em ácido fólico, presentes em vegetais de cor verde-escura, previnem a má-formação do tubo neural, como já explicamos aqui, e salientamos que mesmo com uma alimentação caprichada, as mulheres devem começar a tomar o ácido fólico em comprimido três meses antes da gestação e manter, pelo menos, até o terceiro mês da gravidez.

“Além disso, o ômega-3, presente principalmente em peixes como salmão fresco e atum, são auxiliares no desenvolvimento sistema nervoso fetal além de reduzir o risco de parto prematuro sem causa determinada”, afirma a profissional.

O obstetra deve ser consultado sobre a ingestão de complementos vitamínicos que possam ajudar nesta fase. Algumas vitaminas, como a D e a C, devem ser analisadas logo no começo da gestação por meio de exame de sangue, pois a carência ou deficiência delas pode causar até mesmo abortos.

Indicações

A nutricionista explica que o ideal é que a futura mamãe coma a cada três horas, dividindo os alimentos em porções de pães e cereais – incluindo sempre os integrais – frutas, legumes e verduras. “Leite, derivados, ovos cozidos e carnes magras também são indicados, pois são proteínas de alto valor biológico”, orienta Sofia.

Já as frituras, doces, comidas muito temperadas e o refrigerante devem ser consumidos em pouca ou nenhuma quantidade. A atenção também deve ser voltada ao consumo de água: o cálculo é de 35 mililitros de água para cada quilo de peso corporal da mãe. O total é a quantidade indicada para ser ingerida durante o dia.

Para as mães

Sofia destaca que a alimentação adequada também tem benefícios para a mãe, não somente para o bebê. “Uma dieta equilibrada evita o excesso de peso e diminui desconfortos como: cansaço, náuseas e prisão de ventre”, finaliza. A Hipertensão e o Diabetes também podem ser evitados durante a gestação, com o controle alimentar.

0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez