Frutinha para evitar aborto por incompatibilidade do embrião - EU CURTO SER MÃE

domingo, 17 de novembro de 2013

Frutinha para evitar aborto por incompatibilidade do embrião

Da mesma família do tomate, a Physalis é conhecida por índios por purificar o sangue, equilibrar o sistema imunológico, aliviar inflamações e ajudar a diminuir as taxas de colesterol. Na Amazônia, a fruta é usada no combate à diabetes, reumatismo, doenças da pele, bexiga, rins e fígado. Rica em vitaminas A e C, fósforo e ferro, a frutinha despertou o interesse da comunidade científica. Em um dos estudos desenvolvidos,  Pesquisadores da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), da Bahia, descobriram que em a physalis tem uma substância, batizada como fisalina, capaz de regular o sistema imunológico, diminuindo as chances de rejeição de órgãos transplantados.  E é aí que a fruta entra no universo das tentantes. 
Explico: um bebê é feito 50% com o material genético da mãe e a outra metade, do pai. Em alguns casos, pode haver uma incompatibilidade grande e o corpo da mulher acabar rejeitando o embrião. Isso pode causar falhas na implantação do embrião ou mesmo abortos. 

A indicação é para que a physalis seja consumida diariamente logo após a ovulação, de três a quatro frutinhas. Caso a mulher tenha engravidado, deve continuar o uso da fruta durante o início da gestação.

Veja o vídeo explicando sobre a physalis no mundo das tentantes:




11 comentários:

  1. Será que é fácil encontrá-la na região serrana do estado do RJ? Pergunto pq eu nunca vi esta frutinha em minha cidade ....talvez seja pq não a conhecia, sei lá rsrsrs...vou procurar pq já tive dois abortos com 6 semanas e não sei o motivo.

    ResponderExcluir
  2. Não sei dizer, querida. Só olhando mesmo.
    Você teve mais de um aborto? E chegou a investigar? Investigou trombofilia? Dosagem hormonal, vitaminas e sistema imunológico são também outras causas.

    ResponderExcluir
  3. Oi, eu contei um pouquinho da minha história lá na postagem da temperatura basal. Tive um aborto em junho de 2005 e outro mais recente em junho deste ano. Ambos com 2 semanas e sem curetagem. No primeiro aborto, eu não sabia que tinha resistência a insulina, mioma e sop. O último me pareceu gravidez química mas a GO disse q foi má implantação ou a formação. Acho que foi química pq no dia seguinte ao aborto fiz um beta quantitativo/qualitativo e deu negativo. Era para ter hcg né? pois no primeiro beta que fiz antes do aborto deu positivo. Outra coisa, meu endocrinologista mandou parar a metformina ao saber da gravidez, uma semana depois eu perdi...então pode ter sido problema metabólico. Agora ele e nem a GO querem q eu pare a metformina na próxima gravidez.

    ResponderExcluir
  4. Querida amei suas dicas! Estou na luta à 4 anos... Fiz minha segunda Fiv no dia 17/07 e vou testa com as frutinhas!!! Bjos e obrigada por compartilhar suas descobertas!

    ResponderExcluir
  5. Pode tomar em capsulas?

    ResponderExcluir
  6. Tenho que tomar depois da punsão?

    ResponderExcluir
  7. Parabéns!! Adorei os teus vídeos, são esclarecedores.

    ResponderExcluir
  8. adorei
    alguem ja engravidou com essa fruta

    ResponderExcluir

O que você acha?