terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Hora de tirar chupeta e mamadeira

Postado por Letícia Murta às 15:10
A chupeta e mamadeira devem ser retiradas até os dois anos de vida. A partir desta fase, a chupeta, além de não ter função nenhuma, pode atrapalhar o alinhamento dos dentes e da correta movimentação da língua durante a fala, causar flacidez da musculatura facial e favorecer a presença de respiração bucal. Quanto maior a duração, freqüência e intensidade com que a criança utilize os hábitos bucais (chupeta, dedo, mamadeira), maiores poderão ser essas alterações. 

Dicas úteis Após os 12 meses, ir substituindo a mamadeira pelo copo com canudo. Quando o bebê adormecer e parar de sugar a chupeta, retirá-la da boca. Evite deixar a criança a partir dos 6/7 meses de idade com a chupeta enquanto ela estiver acordada, pois esta só funcionará como uma rolha , prejudicando a fala. 

A importância da mastigação 
A mastigação é uma função condicionada e aprendida, necessitando de treino. Isso se iniciará a partir do sexto ou sétimo mês de vida independente dos primeiros dentes já terem erupcionados. Deve-se oferecer à criança, mordedores de látex incolor, tirinhas de carne e pedaços de pão. As papinhas e legumes devem ser apenas amassados com garfo e oferecidos com a colher pequena (a grande dificulta o vedamento labial e não cabe na boca do bebê). A dentição decídua ( de leite ) estará completa apenas aos três anos, mas a criança a partir de um ano e meio de idade já pode se alimentar de forma semelhante ao adulto com os dentes que possui e a gengiva, realizando uma etapa importante no amadurecimento da mastigação. 

Dicas úteis Dê preferência a alimentos mais consistentes e fibrosos, como cenoura e beterraba, frutas com casca, pão francês etc. porque eles auxiliam e fortalecem os músculos e ossos da face. Assim que o pediatra liberar, ofereça todos os tipos de alimentos: cereais, grãos, verduras, frutas, legumes, carnes etc. Deste modo, ele terá a chance de conhecer e apreciar os mais variados tipos de sabores, consistências e texturas. Permita que o bebê faça as refeições junto com toda a família a partir do momento em que ele sente no cadeirão. Respeite o horário e local de alimentação. Evite que ele se alimente sozinho em frente à televisão. Evite substituir as refeições por lanches e salgadinhos. Esses alimentos podem ser gostosos, mas não exigem da criança um esforço para mastigar e exercitar a região oral.

Artigo de Solange Dorfman Knijnik 
Fonoaudióloga - CRFA 4348/SP
Contato: solange_fono@bol.com.br

0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez