sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Entrevista com Chaps Melo, criador do Mundo Bita

Postado por Letícia Murta às 14:19
Eu já contei aqui que faço muita questão de cuidar da qualidade de música que a pequena escuta e na nossa seleção o Mundo Bita está super presente. Somos fãs mesmo, a família toda! Desde bem pequenininha a Lola curte e todo dia eu a acordo cantando "bom dia, o sol já nasceu lá na fazendinha". A primeira apresentação dela na escolinha também foi com uma das músicas do Mundo Bita. A escola está trabalhando o tema africanidades e as professoras colocaram os pequetitos do maternal para dançarem ao som de Viajar pelo Safari. Lola foi a girafa (<3) e por conta disso vive cantando e esticando o pescoço "senhora girafa, que pescoço grande! Pegue uma estrela para mim....". 

E pela primeira vez este sucesso virá aqui em Belo Horizonte para alegria dos pequenos e dos pais. O show vai ser no dia 21/08, no Cine Theatro Brasil Vallourec, às 16h.
Eu fiz uma entrevista com o Chaps Melo, criador do Bita. O Chaps  foi tão bacana que mandou um recado especial para vocês, leitoras aqui do blog. Olha só:



Agora, confiram o nosso papo e vejam que o Bita nasceu de muito amor. E acho que isso reflete aqui pra gente e faz o personagem ser tão querido.


(Letícia Murta) - A motivação da criação do personagem foi o nascimento de sua filha (qual o nome dela? E idade? ). Mas qual foi a inspiração para a criação? Há alguma referência literária, musical.... 

(Chaps Melo) - A motivação foi sim o nascimento da Anabe,l minha filha mais velha. O Bita foi concebido em 2010 pra decorar o quarto dela. A ideia para o personagem veio através das músicas que eram trilha da casa enquanto eu e a mamãe de Bebel a esperávamos. Tivemos como referência o mundo do circo, repaginamos ele através do olhar leve e lúdico de pais de primeira viagem. Nessa atmosfera o Bita foi criado e talvez por isso ele tenha esse jeitão amável.

(LM) - Lila, Dan e Tito foram inspirados em alguma criança em especial?

(CM) - Não, eles são só uma turminha de crianças muito felizes, como qualquer outra turma de crianças pelo mundo. Cada um possui características próprias, que formam a personalidade deles. Tudo isso para mostrar que as pessoas, mesmo diferentes, podem conviver em harmonia. 

(LM) -E suas filhas, você pretende criar personagens inspirados nelas (como Maurício de Souza fez com Mõnica e cia)?

(CM) -Não pensamos em colocar nossas famílias como espelho dos personagens. Queremos construir relações universais a partir de criações originais e bastante estudadas para termos cada vez mais a abrangência que esperamos. A Anabel sonha em cantar comigo. Quem sabe um dia? Seria muito bom.

(LM) -Você tem outra filha. Você nota como o seu trabalho prende a atenção dos pequeninos? Minha filha assistia desde muito nova. Qual o segredo para conseguir fazer um trabalho de qualidade musical que agrade crianças e pais ao mesmo tempo?, 

(CM)- A irmã de Bebel se chama Martina e é uma pimentinha! Olha, não sei se tem algum segredo. O que posso afirmar é que no Mundo Bita tudo que é feito e pensado para ser algo realmente construtivo. Somos quatro sócios, quatro pais, criamos tudo a várias mãos, todas elas carregadas desse sentimento de amor pelos pequenos.


(LM)- Você já trabalhava com música? Tem algum projeto para o público adulto?

(CM)- Apesar de sempre ter vivido num universo muito musical, pois minha mãe era professora de piano e costumava lecionar em casa, profissionalmente, esse é o meu primeiro trabalho com música. Por enquanto, a ideia é manter o foco no Mundo Bita e nos próximos personagens da Mr. Plot. 

(LM)- Este foi seu primeiro trabalho infantil? Pretende fazer outros personagens?

(CM)- Sim, foi o meu primeiro trabalho infantil. Antes disso eu era um designer gráfico. 
A Mr. Plot, produtora do Mundo Bita, já trabalha na criação de novos personagens, não necessariamente do universo Mundo Bita, mas isso tudo ainda está guardado com sigilo e sendo elaborado com muito carinho nos fabulosos laboratórios Plots.

(LM)- Há planos para transformar o Mundo Bita em um longa metragem?

(CM)- Ainda não é nossa prioridade. Porém, temos planos de um longa para o futuro e sonhamos com uma série do Mundo Bita. Vamos trabalhar muito para que tudo isso aconteça.

(LM)- Bita é sucesso no Brasil. Fora daqui, vocês já fizeram show ou tiveram algum convite? Recebem notícias de pequenos fãs pelo mundo também?

(CM)- Temos muitos fãs pelo mundo e sempre recebemos muitas mensagens deles pelas nossas redes sociais. Porém, ainda não saímos do país. O projeto de internacionalização deu uma pausa por causa da alta do dólar, mas retomaremos ainda em 2016.

(LM)- Tem previsão para novidades?

(CM) -Vamos continuar a produção de um álbum musical por ano, com clipes em desenho animado. O quarto trabalho será lançado em outubro e vem com um tema muito legal, que ainda é segredo. Teremos dois novos espetáculos teatrais para estrear este ano e o Show do Bita continuará rodando o Brasil. Já começamos a estudar os melhores meios para a realização de uma série em dramaturgia para TV e estamos empolgados com as possibilidades. Trabalhando com muito amor pelo que fazemos, vamos ultrapassando as dificuldades passo a passo e levando a energia do Mundo Bita para cada vez mais famílias.

(LM)- O que o pessoal de Belo Horizonte pode esperar do show? 


(CM)- Estamos ansiosos para estrear em Belo Horizonte, pois temos muitos fãs na cidade. Fãs que pedem a presença do Bita a muito tempo nas redes sociais. Batalhamos bastante para encontrar uma data e um local. Passamos por algumas dificuldades, mas felizmente conseguimos. Por isso esse show terá um gostinho especial. A criançada e as famílias de BH podem se preparar para cantar as músicas mais amadas do Mundo Bita, que serão interpretadas pela nossa querida personagem Flora, a cantora da trupe. Bita, Lila, Tito e Dan passam o show inteiro dançando e interagindo com a plateia. O público tem curtido muito o Show do Bita Brasil afora e esperamos que os mineiros também gostem da apresentação.


Serviço

"SHOW DO BITA" 
Local: Cine Theatro Brasil Vallourec.
Avenida Amazonas 315
Data: 21 de agosto (Domingo)
Horário: às 16h.
Ingressos: inteira R$ 80,00
R$40, 00 meia
)Duração do Espetáculo: 60 min.
   Classificação: Livre 
Venda de ingressos:
Cine Teatro Brasil Vallourec
Bilheteria: Av. Amazonas, 315 – Centro.

Funcionamento: Segunda - Sábado: 11:00 - 21:00 e Dom:11:00 - 19:00.
Horário especial nos feriados.
Telefone informações: (31) 3201.5211 ou (31) 3243.1964






0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez