terça-feira, 26 de julho de 2016

Avó é refresco que a vida oferece

Postado por Letícia Murta às 09:37
Vovó Jandira manteve esse olhar doce e orgulhoso por mim a vida toda
Dia 26 de julho ficou sendo o Dia dos Avós no Brasil. A importância da convivência das crianças com os avós já foi cientificamente comprovado. Eu acredito nisso, com base em minha própria vivência. Tive contato íntimo com meus avós maternos, João e Jandira. Embora eu ame meu avôzinho, muito mesmo, foi com minha avó que construí uma relação indestrutível e ainda hoje, após mais de dez anos sem ela, ainda me pego pensando no que me falaria diante de determinada situação. 

Lembro do jeito que ela falava, do tempo de suas palavras, do tom de sua voz, da firmeza de seus conselhos, da rigidez de seu olhar desaprovador, da delicadeza de seu colo. Lembro do formato de suas mãos, da maciez de sua pele, da forma como mexia um pé no outro depois do almoço quando deitávamos na cama para fazer a digestão. Lembro de como batia a mão na minha perna, de leve e repetidas vezes, quando queria que eu não falasse algo. Do jeito que falava "escuta" para ouvir a TV enquanto eu falava. Lembro da luz de sua casa, do cheiro da sua pele, da forma como guardava os cremes no armário, do sabor de sua comida, da textura de sua torta de sorvete e do pouco açúcar no seu doce de goiaba (do jeito que eu gosto). Da forma como dizia meu nome, meio rápido, meio sussurrado saindo apenas um "Tícia". do brilho no olhar quando abria a porta e me via chegar. Lembro detalhes com a riqueza de quem conviveu de perto, muito de perto, por muitos anos. E que saudade....

Minha avó era uma mulher simples, porém sábia.Com certeza tem peso no que sou hoje. E é isso que desejo que seja construído entre minha mãe e minha filha. Quero que minha filha tenha a confiança e a certeza de que há um colo de avó pronto para ela sempre e em qualquer situação. Que veja na avó uma referência a ser seguida, mas que saiba que, como avó, deve também ser amparada e cuidada. Que exista essa troca entre elas, um zelo mútuo.  

Avós não são babás. Não podem e não devem substituir mães ou entrar em conflito com
Vovó Alice e Lola
regras opostas. A função das avós, certamente inclui aquele apoio que toda mãe precisa. Mas jamais devem ser vistas como funcionárias. Também não concordo com o conceito de que avó pode estragar neto. Não pode! Lógico que uma regrinha ou outra pode ser quebrada, mas há pontos na educação de uma criança que devem ser respeitados
 por avós, tios ou quem mais conviver. Avós são complementos na base da educação. Nem sobrecarregados nem forças contrárias. Mas aliados na criação de seres humanos felizes.

Desejo vida longa à minha mãe e hoje não só por mim. Desejo que ela viva muitos anos para que minha filha tenha lembranças tão sólidas como as que tenho. Para que minha filha tenha abrigo não só na infância, mas na juventude, quando estiver cheia de conflitos emocionais. Para que minha filha se inspire nela quando for adulta e não souber bem o que fazer. E para que minha filha tenha o prazer que não tive de ver a avó em sua formatura, em seu casamento, no nascimento de seus filhos. Viva muito, mãe. Sua missão como avó está só começando. Que você construa lembranças tão sólidas com Lola como vovó construiu comigo. Torço por isso. E acredito que já está sendo assim. 

Doce na medida certa. Severa, com a tranquilidade de poder fraquejar e, até, voltar atrás. Obrigação só com os agrados. Benditos os netos que têm o privilégio de saborear tudo que uma avó pode oferecer. Dizer que avó é mãe duas vezes é um erro.Avó não é mãe.É muito mais que isso. Avó é carinho natural, é presente divino, é sopro de alegria. Avó é o refresco que a vida oferece, aquele afago gostoso que cura qualquer dor. 

0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez