quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Monitor de respiração Halo Snuza

Postado por Letícia Murta às 10:05
Não sei se pelo meu histórico de ter perdido um filho ou pelo fato de Iolanda ter ficado internada na UTI quando nasceu, ou as duas coisas juntas, mas o fato é que me tornei excessivamente preocupada e medrosa. Em especial na hora de dormir. Tenho muito medo de que algo aconteça com Iolanda. Na verdade, acredito que todas as mães, em maior ou menor grau, tenham essa preocupação.

Passei algumas noites sem conseguir sequer pregar o olho, vigiando a pequena. Foi então que optei por começar a usar um monitor de respiração para o bebê. Eu já havia falado dele aqui, e antes mesmo de tudo acontecer eu já achava interessante.O Halo Snuza fica preso na fraldinha e o sensor acompanha os movimentos do diafragma. Se ele ficar 15 segundos sem detectar movimentos, ele vibra para estimular o bebê a voltar a respirar e caso não volte, ele apita para alertar os pais. O aparelho no Brasil custa cerca de R$ 500.

Eu gosto do aparelho, mas ele dá muito alarme falso e, com isso, grandes sustos. Como é fixado na fraldinha, costuma se soltar ou ficar mais bambo e por essa razão fica sem detectar os movimentos e alarma. Na primeira vez que aconteceu, eu fiquei desesperada. Iolanda ficou na UTI por conta de um desconforto respiratório e teve dificuldade de respirar, logo eu achei que ela estava tendo uma parada respiratória. Mas aí meu marido, mais calmo, notou que o Halo Snuza havia saído do lugar. Arrumamos e ele saiu de novo. Depois de umas três tentativas ele ficou do jeito certo. 

Ele mostra que está pegando o movimento acendendo uma luz verde cada vez que o abdome mexe e quando não detecta isso, ele acende a luz vermelha. Eu costumo colocar e ficar observando um tempo o acender das luzes. Mas mesmo assim, várias vezes ele acusa falta de movimento e apita.

De toda forma, eu acho que valem os sustos de alarme falso, pois ele realmente detecta a falta de movimentos, função pela qual é usado. É o que me deixa dormir mais tranquila. Em comparação com outros equipamentos que monitoram a respiração ele tem a vantagem de ser pequeno e portátil. Existem alguns que são placas colocadas debaixo do colchão. Certamente, esses não têm o problema de soar falsos alarmes por se deslocarem, mas têm a desvantagem de serem grandes e complicados para serem levados a outros locais. O Halo Snuza é pequeno e leve e noto que não machuca o bebê, podendo ser usado por várias horas por dia. 

0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez