Antialérgicos podem afetar a fertilidade masculina - EU CURTO SER MÃE

quinta-feira, 22 de março de 2018

Antialérgicos podem afetar a fertilidade masculina


Os antialérgicos anti-histamínicos são medicamentos amplamente utilizados para aliviar os sintomas de alergias, mas o uso em excesso pode afetar a fertilidade masculina, alerta estudo publicado esta semana na revista “Reproduction”. O artigo revisou pesquisas sobre os efeitos adversos dessas drogas sobre a fertilidade nas últimas quatro décadas, concluindo que os anti-histamínicos podem afetar a produção de hormônios masculinos nos testículos, afetando a mobilidade e a quantidade de espermatozoides.

A histamina é uma molécula produzida pelo corpo como resposta a certas condições detectadas pelo sistema imunológico como ameaças em potencial. É ela a responsável pelas reações alérgicas moderadas, como febres, erupções cutâneas e obstrução das vias respiratórias. Logo, os anti-histamínicos combatem essas moléculas, aliviando os sintomas alérgicos. Acontece que a histamina também atua sobre outros processos, como a regulação do sono, o comportamento sexual e a fertilidade.

O estudo, realizado por pesquisadores do Instituto de Biologia e Medicina Experimental da Argentina, revisou a literatura científica sobre o tema, incluindo pesquisas com humanos e animais. A conclusão é que faltam estudos de larga escala, mas a evidência, apesar de limitada, indica que a histamina cumpre um papel no sistema reprodutor masculino.

Para especialistas, o alerta dado pelo estudo argentino é para a comunidade científica, que precisa olhar para a possível relação entre os anti-histamínicos e a saúde sexual. Para os pacientes, a recomendação continua a mesma: consultar um médico antes de tomar qualquer medicação e cumprir a prescrição. O problema é que os anti-histamínicos são drogas bastante populares, comercializadas sem a necessidade de receita médica.
Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você acha?