segunda-feira, 4 de julho de 2016

Não sou forte. Sou sobrevivente

Postado por Letícia Murta às 21:16
Toda vez que alguém conhece a minha história me adjetiva de uma forma que me incomoda um tanto. Dizem que sou forte por ter enterrado um filho e estar aqui viva. Eu não gosto deste rótulo e nem me considero mais forte do que outra pessoa. Afinal, não foi escolha minha perder um filho. Qualquer pessoa, infelizmente, está sujeita a isso e força para sair do abismo de dor surge dentro de cada um. Quando me dizem que "não sei o que faria se fosse comigo" eu penso que também não sabia (e ainda hoje não sei). A vida nos encurrala em situações que não nos resta outra escolha além de seguir. Eu quis morrer. Eu quis parar onde estava. Eu tive depressão. Mas eu acabei por caminhar. E embora doa e vá doer para sempre, sou uma sobrevivente. Mãe de anjo não é mais forte. Ela apenas não tem outra opção. Pense nisso..

No vídeo abaixo eu conto como meu filho morreu. Assista para entender.


1 comentários :

Cristiane Cash on 20 de junho de 2017 11:58 disse...

Leticia, eu DETESTO essas frases que o povo usa... "nossa, nao sei como faria!" "voces sao tao fortes, eu nem levantaria da cama!" parece que a pessoa esta dizendo "ah eu amo tanto o meu filho, nao levantaria da cama, mas voce esta levantando (por pouco...). Verdade, nao temos opcao, e claro que suicidio ja passou pela cabeca, na minha passou VARIAS vezes... sinto muito...

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez