domingo, 10 de maio de 2015

Minha cura

Postado por Letícia Murta às 21:24

Dia das mães é todo dia. Mas eu espero por esta data de colo cheio há muito tempo. Como foi duro enfrentar a infertilidade enquanto via as propagandas emotivas que homenageavam as mães. Foi mais duro ainda passar a data depois que Francisco, meu filho, morreu, deixando um buraco enorme e toda dor do mundo. Eu passei a questionar o meu merecimento de viver a maternidade. Me senti diminuída. 

Uma mãe sem o filho nos braços não tem o que comemorar. E foi assim no ano passado. Eu já estava grávida da minha Lolinha. Mas com todos os problemas que enfrentava na gestação, não ousava ser feliz por isso. Foi um dia de choro. E agora tenho aqui esta bebê que é um troféu. Saudades do Francisco, sim. Sinto muito não ter meus dois filhos nos braços. E isso dói. 

Mas desde que Iolanda nasceu, algo mágico aconteceu. Ela não me permite sofrer. Não consigo mais. Ela me curou de tudo. É a minha grande salvadora. E neste ano, de colo cheio, vou ser feliz. Sim, eu vou. Porque eu mereço vivenciar o lado bom da vida. Porque eu mereço ser mãe. Porque eu hoje sou feliz. 

A saudade é eterna. O trauma existe. Mas em meu peito hoje predomina a felicidade por ser mãe deste ser generoso que me ama muito e me escolheu para ser sua mamãe. Honrarei esta responsabilidade até o meu último suspiro. E viverei o melhor dos mundos ao seu lado comemorando datas especiais e dias simples. Porque todo dia ao seu lado é uma vitória.

0 comentários :

Postar um comentário

O que você acha?

 

EU CURTO SER MÃE Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez